Seu site é responsivo?

Seu site é responsivo?

Os dispositivos móveis são os mais novos reis da conexão. De acordo com as estimativas da Pnad, em 2013, cerca de 130 milhões de brasileiros tinham celular para uso pessoal, um aumento de 49,4% comparado a 2008. Já os tablets, apresentaram um aumento de 10,8% no mesmo período, marcando presença em 7,1 milhões de lares no país.

A pesquisa apontou ainda que mais de 85 milhões de brasileiros afirmaram ter acessado a internet pelo menos uma vez nos três meses que antecederam a entrevista. Desse total, menos da metade (45,3%) acessou a rede via computador, uma queda de 1,2% comparado com 2011.

Com o crescimento do mobile não só no Brasil, mas em todo o mundo, em abril deste ano, o Google alterou seus rankings para que os sites não responsivos fossem cada vez menos exibidos em suas buscas. Mas o que é afinal um site responsivo? Um site responsivo é flexível e se adequa à plataforma móvel, apresentando layout e conteúdo próprio para o ambiente.

what_mobile-friendly_looks_like (1)

Fonte da imagem: Google

Se antes o cartão de visitas era a marca da empresa que cabia na palma da mão, hoje podemos considerar que o site disputa a mesma função. É no endereço eletrônico que ficarão expostos a marca, a identidade, os valores, produtos, serviços e outras informações importantes. No meio web, este deve ser um dos primeiros contatos e canais aberto com o usuário.

E se a primeira impressão é a que fica, mantenha-se atento para que seu site seja bem visto tanto pelo Google quanto pelo seu cliente:

  • Verifique se o seu site está adequado ao formato mobile. Não basta que o endereço abra no navegador: o layout deve estar adequado, as fontes devem ser legíveis e as páginas de fácil navegação.
  • Tenha um layout atrativo, agradável e correspondente com seu público-alvo.
  • Ofereça conteúdo relevante em sua página. As informações devem ser corretas, claras e com linguagem adequada ao leitor. Muito cuidado com os erros de português e fontes de outros sites!
  • Garanta que seus links e formulários estejam funcionando corretamente. Lembre-se ainda que os canais de contato devem estar abertos e prontos para dialogar com os usuários.

Se não é o mais forte e sim o mais adaptável que sobrevive, não deixe de evoluir. É bom para o usuário e bom para os os negócios: de acordo com o site Info, 74% das pessoas estão mais propensas a voltar para um site se ele for mobile-friendly!